Alves Consultor, Assessoria para você e sua empresa

Abertura de empresas, regularização e baixa, consultoria Para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Nosso diferencial: Competência, Eficiência e Credibilidade.

LightBlog



30/10/2023

Ações europeias sobem com queda de rendimentos dos títulos e rali de grandes empresas farmacêuticas

       

Por Valdivino Sousa

Publicado em 30/10/2023

 

Alt text
bandeira da União Ações europeias sobem com queda de rendimentos dos títulos e rali de grandes empresas farmacêuticas — Foto: PIXNIO

Ações europeias sobem com queda de rendimentos dos títulos e rali de grandes empresas farmacêuticas

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,36%, a 431,12 pontos, depois de cair mais de 4% nas duas últimas semanas


Por Agência Reuters

As ações europeias abriram a semana em alta, impulsionadas por queda nos rendimentos dos títulos e com os investidores avaliando dados de inflação, enquanto as ações da Siemens Energy ampliaram sua recuperação devido à continuidade das negociações sobre garantias relacionadas a projetos.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,36%, a 431,12 pontos, depois de cair mais de 4% nas duas últimas semanas.

Ajudando os papéis, os rendimentos dos títulos soberanos da zona do euro caíram, com os investidores considerando que os mercados, de modo geral, já precificaram uma perspectiva de taxas de juros mais alta por mais tempo.

Dados mostraram que a inflação no Estado mais populoso da Alemanha, a Renânia do Norte-Vestfália, diminuiu em outubro, enquanto a inflação em 12 meses da Espanha em outubro ficou inalterada em relação ao mês anterior, em 3,5%.

Outro conjunto de dados mostrou que a economia alemã encolheu ligeiramente no terceiro trimestre, já que a maior economia da Europa continua sendo afetada pelo fraco poder de compra e pelas taxas de juros mais altas.


Durante a semana, os investidores ficarão atentos aos anúncios de política monetária do Japão, dos EUA e do Reino Unido. Os dados de inflação da Europa também serão monitorados depois que o Banco Central Europeu deixou as taxas de juros inalteradas na semana passada.

O setor de saúde deu o maior impulso ao índice geral, com uma alta de 1,1%, auxiliado por um salto de mais de 2% cada um na Novo Nordisk e na Sanofi.

A Siemens Energy saltou 12,7% para o topo do STOXX 600, depois que o presidente do conselho Joe Kaeser disse que a empresa não precisa de dinheiro do Estado e que as negociações com Berlim sobre garantias relacionadas a projetos continuavam.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,50%, a 7.327,39 pontos.Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,20%, a 14.716,54 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,44%, a 6.825,07 pontos.Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,19%, a 27.339,91 pontos.Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,07%, a 9.013,90 pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário